Text Resize

-A +A

Voluntários se unem e montam feira para adoção de gatos em Teresina

  • Postado em: 1 March 2016
  • Por: webmaster

A questão retratada na reportagem escrita por Patricia Andrade do G1 Pi, e reproduzida abaixo, retrata inúmeras ações desenvolvidas por voluntários e ONGS que buscam minimizar a questão do abandono de animais. Apesar de constituir crime, previsto em lei, a situação do abandono de animais nas ruas está cada vez mais delicada em nosso País.

As organizações protetoras de animais encontram cada vez mais dificuldades em continuar a luta pelo bem-estar dos animais; os Centros de Controle de Zoonoses (CCZs), quando existem, estão cada vez mais lotados e têm o sacrifício dos animais recolhidos como a principal solução e os cães e gatos famintos e doentes que perambulam pelas ruas criam um grave problema de saúde pública, muitas vezes não reconhecido como tal pela sociedade.

Sabemos que a grande maioria dos animais que sofrem abandono já tiveram um lar. O que nos convida a refletir: o que leva as pessoas a se desfazerem dos seus Pets? Qual o papel dos municípios na definição de política públicas que ataquem de frente o problema? Qual a função das escolas e das organizações sociais na educação da sociedade?

Veja a notícia

http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2015/09/voluntarios-se-unem-e-monta...

19/09/2015 18h45 - Atualizado em 19/09/2015 18h50

Voluntários se unem e montam feira para adoção de gatos em Teresina

Feira é realizada quinzenalmente no Parque Potycabana, Zona Leste.
Divulgação é feita por meio das redes sociais e tem atraído público.

Patrícia AndradeDo G1 PI

Gatinhos foram resgatados das ruas e colocados para adoção (Foto: Fernando Brito/G1)

Uma ação de voluntários chamou a atenção de quem passou pelo Parque Potycabana na tarde deste sábado (19) em Teresina. Cerca de 30 gatos resgatados da rua pelo grupo foram colocados para adoção. Essa já é a segunda edição da feira que será realizada duas vezes por mês no parque.

A ideia de procurar pessoas dispostas a adotar os felinos surgiu nas redes sociais. Os voluntários se conheceram através de uma comunidade que reúne admiradores e apaixonados por gatos.

Feira é realizada quinzenalmente no Parque Potycabana (Foto: Fernando Brito/G1)

“A gente trocava informações sobre cuidados e sempre tinha alguém que comentava ter encontrado um gato na rua ou que ajudava algum animal atropelado. Daí tivemos a ideia de criar um grupo para promover a adoção de gatos”, falou Eliziane Oliveira, uma das voluntárias.

A divulgação sobre as feiras é feita pela internet por meio do Facebook e Instagran e ainda em clínicas veterinárias ou lojas especializadas em venda de produtos para cães e gatos.

A primeira edição do evento conseguiu a adoção para 16 dos 40 gatos que foram levados ao Parque Potycabana. O grupo tem avaliado a ação de forma positiva e pretende continuar a feira no mesmo local.

“Aqui é um local com bastante movimentação. Além das pessoas que vêm porque já conhecem, tem aqueles que ainda não conheciam e se interessam em adotar algum gatinho”, falou.

A adoção só é feita mediante a assinatura de um termo de compromisso no qual a pessoa se responsabiliza em cuidar do animal e fazer a castração para evitar a superpopulação de gatos.

CAPTCHA
Esta ferramenta é para testar se você é um visitante humano e evitar submissões automatizadas de spam. (Marque a caixa abaixo)